skip to Main Content
Como Decidi Me Tornar Consultora

Como decidi me tornar consultora

Minha opção por consultoria ocorreu sem nenhum planejamento. Eu vinha de uma carreira ascendente em Recursos Humanos até que uma contingência da vida me levou a repensar minha trajetória. Não podia mais atender às exigências de um trabalho em período integral. Pensei em alternativas e, naquele momento, a consultoria era a melhor opção, pois me permitiria atuar em horário flexível com tempo livre para assumir outros compromissos.

No começo foram muitos os desafios. Estava migrando de um perfil generalista para um perfil especialista, que exigia muito mais profundidade nos assuntos profissionais. Percebi que conhecia muito sobre tudo, mas em nível superficial. Estudei e tive excelentes mentores que me ajudaram na mudança de patamar em conhecimento. Um grande acerto foi começar associada a uma consultoria, o que me permitiu trocar informações com consultores mais experientes e adquirir um aprendizado importante, que até hoje fundamenta minha atuação. Esses profissionais foram essenciais no meu início na carreira.

Aos poucos me consolidei no papel e tive certeza que fiz a escolha certa. A independência, a oportunidade de fazer o meu horário, a liberdade de me dedicar a outros compromissos fez e faz toda a diferença. Ampliei muito meu networking que hoje funciona como uma importante rede de troca e ajuda mútua. Sempre estudei, preocupada com meu constante aprimoramento e atualização dentro do trabalho. Tudo isso somado, contribuiu bastante para o meu sucesso. Mas nem sempre foi assim…

Não planejei, não elaborei um plano de negócios e demorei sete anos para me estabilizar e ser reconhecida como profissional.  Vale lembrar que há 20 anos as redes sociais não eram tão fortes como hoje. Foi um período bem difícil. Também não posso deixar de mencionar a forte concorrência e os altos e baixos do mercado com impacto direto nos ganhos financeiros. Como solucionar isso? Planejamento financeiro é a resposta. Somente dessa forma é possível controlar essa variável e sobreviver em períodos de crise e baixa do mercado.

Como assumir esse desafio mais bem preparado?

  1. É importante iniciar pensando em suas competências e habilidades. O que sei fazer bem? Qual é o meu diferencial competitivo?
  2. Estabeleça um plano de ação antes de começar a atuar como consultor. Um aspecto importante que precisa ser considerado é o planejamento financeiro para que você possa suprir suas necessidades enquanto não se consolida no novo papel.
  3. Faça um estudo de mercado e projeções futuras.
  4. Converse com consultores experientes.
  5. Considere possíveis formas de atuação e avalie qual seria a melhor opção: trabalhar sozinho, associado à uma consultoria, estabelecer parcerias profissionais, entre outras alternativas.
  6. Defina os produtos que pode oferecer ao mercado e estabeleça seu público alvo.
  7. Avalie a forma de vender o seu trabalho, como tornar-se conhecido, fazer o marketing pessoal, formas de remuneração, elaboração de propostas, contrato de trabalho.
  8. Analise o investimento necessário para a implementação do seu projeto.
  9. Construa seu modelo de negócio. Uma sugestão é iniciar utilizando o Modelo Canvas: ferramenta visual, simples e intuitiva.
  10. Invista constantemente no aprimoramento profissional e desenvolvimento de competências.

Certamente, o caminho trilhado no início da minha carreira como consultora seria bem mais tranquilo se eu tivesse aplicado todo esse conhecimento.

Então, consultoria é uma alternativa de carreira para você?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top